Variância em Apostas Esportivas

Saber que a variância está aí para todos e isso de certa forma ajuda a prepará-lo para esse mundo das apostas esportivas, é algo que vai te tornar um apostador melhor. “Variância” como definição, é usada para descrever uma boa e uma má sequência no curto prazo, algo que é esperado em uma tendência de ganhos visando longo prazo.

Algumas pessoas bem instruídas não têm de forma clara a compreensão de que a variância existe em apostas esportivas. Pense em uma amostra de muitas apostas realizadas, de acordo com essa planilha do meu VIP.

Vamos supor que no longo prazo alguém acerte 55% das apostas em jogos de futebol. No entanto, a chance de que essa pessoa preveja de forma errada sua próxima aposta é ainda de 45%.

Embora seja natural que as coisas se equilibrem no longo prazo, é necessário entender que uma sequência de 10, 20 ou mais são suscetíveis a essa variância. 

Se vejo um apostador que tem em média 55% de acerto em suas apostas, minha expectativa é de ele acerte 55 apostas de 100 realizadas. Mas, é necessário entender que cada amostra de 100 jogos é algo independente do outro, assim como uma moeda que tenha caído sete vezes consecutivas em coroa tem a mesma probabilidade de dar cara ou coroa no próximo lançamento.

Veja esse gráfico, que descreve a probabilidade de um apostador ter 57% de acerto após 100 apostas:

AcertosProbabilidadeAcertosProbabilidade
380.02%567.82%
390.05%577.37%
400.09%586.66%
410.16%595.79%
420.27%604.84%
430.45%613.88%
440.71%622.99%
451.08%632.22%
461.58%641.58%
472.22%651.08%
482.99%660.71%
493.88%670.45%
504.84%680.27%
515.79%690.16%
526.66%700.09%
537.37%710.05%
547.82%720.02%
557.98%730.01%

Este gráfico retirado do theXforum demonstra a probabilidade de um determinado resultado, sendo que quanto mais alta a linha azul sobre um determinado número, maior a probabilidade de uma amostra aleatória de 100 jogos ter esse número de vitórias. 

Assim como você pode ver na porcentagem, a maioria das 100 apostas geram entre 50 e 60 acertos, e cerca de uma em cada cinco amostras de 100 apostas gera 21,35% das vezes entre 46-49 acertos ou 61-64 acertos. É esperado que uma em cada 18 amostras (5,67%), se ganhe menos de 48 de 100 apostas e uma em cada 18 amostras ganhe 63 ou mais em 100 apostas. 

Uma porcentagem de 5,67% pode não parecer muito, mas é um número enorme para quem tem muitas e muitas apostas na sua bagagem.

Trazendo isso para a minha experiência, digo que a variância é totalmente normal. Nem sempre fui um apostador de planilhar as minhas apostas feitas pré-game, em alguns sites nem é possível pegar o histórico das apostas de dois a dez anos atrás, então tudo que eu posso mostrar para vocês é a planilha do meu VIP. E lá você pode ver que tenho semanas de prejuízo, dias que não acerto uma única aposta, mas ainda estou 5 de cinco meses positivo em 2021.

Variância nos esportes

Este texto está sendo escrito em junho de 2021 durante a Copa América e a EURO. Como vocês sabem estamos no início do Campeonato Brasileiro e a temporada de grandes competições europeias em maio, mas o fim dela serve como exemplo aqui.

Na Inglaterra e na Alemanha os campeões foram o Manchester City e o Bayern de Munique, equipes que eram cotadas como as favoritas ao título antes do início da temporada. Em contrapartida, na Espanha o campeão foi o Atlético de Madrid, na Itália a Inter de Milão e na França o Lille. Os favoritos para a temporada 2020/21 eram Barcelona na Espanha, Juventus na Itália e PSG na França.

Na França por exemplo, o Lille que foi o campeão, não estava cotado nem entre os 5 favoritos ao título no início da temporada. Na Itália a Internazionale interrompeu uma sequência de oito títulos consecutivos da Juventus.

Isso talvez seja cotado como variância, porque mais uma vez o Barcelona, PSG e a Juventus são os favoritos para ganhar a temporada 2021/22 de suas ligas, junto com o Man City e o Bayern de Munique.

Eu gostaria de falar também um pouco dos astros Messi e Cristiano Ronaldo. Seus números caíram, mas o argentino ainda foi o artilheiro da La Liga e o português da Série A – talvez a variância não atinja esses dois.

Em jogadores “comuns” a variância irá pegá-los e isso acontece por uma série de fatores, como lesões, jogar em uma equipe pior, trabalhar com treinadores de filosofia diferentes, estar envolvido em rachas de elenco, ter o salário reduzido ou aumentado…enfim, uma série de fatores servem para o jogador comum.

Da mesma forma acontece no basquete, é possível notar que a variância no lance livre chega até para um dos melhores jogadores de todos os tempos, Lebron James:

Segundo o statmuse, sua média overall é de 73.3% de acerto na linha do lance livre. Em 2020/21 essa média ficou em 69%.

Variância em apostas esportivas, o que guardar

Portanto, quando você acertar apenas duas de dez apostas ou trinta de quarenta, lembre-se de a variância está aí e que isso é absolutamente normal. Ela atinge você da mesma forma que atinge um hall da fama da NBA ou um jogador de futebol comum.

Portanto, o grande segredo para lidar com isso é definir uma estratégia e segui-la.

Se você planejou apostar 1 ou 2% da banca em cada stake, não aumente e nem diminua essa quantia se você estiver ganhando ou perdendo, porque o que está acontecendo com você agora não tem ligação nenhuma do que está por vir.

Se por exemplo você deseja mudar o tamanho da sua stake, tenha um plano já definido e siga-o.

Não atribua casualidades a coisas que são simplesmente aleatórias.

Se você não ganhou porque determinado árbitro não apitou um pênalti nem como o auxílio do VAR, coloque na cabeça que isso é uma casualidade.