Entenda Liquidez em Apostas Esportivas

23

Por que alguns mercados de apostas pagam um retorno maior? Por que outros pagam menos? Neste texto irei explicar o que é liquidez em apostas esportivas e porque as linhas/odds se movem da maneira que conhecemos.

É interessante saber como os handicaps/spreads e as odds são feitas pelas casas de apostas. De forma geral, casas de apostas abrem seus mercados com odds que acreditam ser o “preço correto” para aquele determinado jogo.

Isso é feito em cima de uma base estatística, expectativas de como as pessoas vão apostar e uma variedade de outros fatores que depende da equipe, campeonato, suspensões, desfalques, mando de campo etc.

Como a liquidez em acontece

Depois de aberto o mercado, alguns apostadores e/ou o volume de dinheiro irá mover a odd para um lado e se esse mesmo lado continuar recebendo dinheiro a linha continuará se movendo (para queda). Por exemplo:

A linha é Man City -1.5 Handicap Asiático na odd de 1.90. O dinheiro entra nisso fazendo a odd cair para 1.850. Mas, mais dinheiro continua entrando até a odd cair para 1.800 e dessa forma a linha de Man City -1.5 se altera para Man City -1.5, -2 com a odd se abrindo em 2.100.

A linha de um jeito ou de outro vai sempre procurar um ponto de equilíbrio através do dinheiro que entrar. Isso é conhecido como ‘mercado eficiente’.

Um esclarecimento: as casas de apostas vão mudar suas próprias linhas se estiverem esperando por um dinheiro muito grande em um mercado ou se obviamente receberem por isso. Não é apenas os melhores apostadores que mudam as coisas.

Os mercados que alcançam este ponto de equilíbrio são os mercados mais conhecidos, como handicap asiático e 1×2 e é por isso as casas de apostas colocam para esses mercados um vig/taxa menor.

Um mercado bilateral (que seria uma odd justa em 4.0) de linha asiática como Man City -1 e PSG +1 terá odds que somadas dão 3.930, enquanto um mercado bilateral também, mas com menos liquidez como ambas marcam, tem 3.820.

Acima um exemplo de um jogo de Liga dos Campeões com odds da Bet365. Em competições menores se paga menos ainda no ambas marcam em comparação com o handicap asiático.

Eficiência do mercado

Quando vemos odds iguais para uma mesma linha podemos dizer que neste mercado há uma eficiência, como por exemplo odd de 1.950 para o -1 e para o +1.

Um mercado com muitas apostas e mais dinheiro têm mais volume e é mais líquido. Assim sendo, há bastante atividade para que se consiga alcançar o ponto de equilíbrio.

Isso acontece com frequência nos handicaps, mas não acontece com tanta frequência no mercado de fulano para marcar gol ou quantidade de cartões na partida.

Além dos mercados que mais dinheiro recebem ter uma atenção maior de quem os produz, esses mercados (handicaps) rapidamente se tornam precisos porque o dinheiro entra mais rápido.

Veja por exemplo como as coisas acontecem na Premier League, que é a nata dos mercados de apostas esportivas quando o assunto é futebol. Em esportes americanos é na NFL que isso acontece.

Além da liquidez, mercados com probabilidades matemáticas mais precisas também vão ser mercados mais eficientes e isso novamente vai se refletir em linhas asiáticas com melhores odds. 

No entanto, neste caso, a eficiência se dá por conta do próprio evento ao invés da função que os apostadores exercem – se as verdadeiras probabilidades forem bem conhecidas, o oddmaker vai confiar que suas linhas de abertura já são eficientes e não é necessário depender do dinheiro do apostador para encontrar a eficiência.

Por exemplo, uma aposta em cara ou coroa tende a receber menos ação do que a maioria das apostas e geralmente obtém vigs maiores pois reflete o fato de que são mercados menos eficientes. 

Mercados de apostas esportivas com menos liquidez

Aqui irei utilizar três exemplos para falar sobre como a falta de dinheiro no mercado não faz ele se tornar eficiente.

Em casas de apostas é comum ver boas odds nas linhas asiáticas em mercados da Liga dos Campeões, Premier League, NFL e de outras grandes competições. Você pode ver isso também em jogos do Brasileirão ou Libertadores, mas com uma diferença.

Quando se abre os mercados do Brasileirão, o vig/taxa desses mercados é maior dias antes do jogo, enquanto horas antes do início esse vig diminui.

E por qual motivo?

Porque as casas de apostas se sentem confortáveis com a qualidade da odd que oferecem, assim há menos necessidade de se proteger contra o risco.

Portanto, diminuir o valor da odd dias antes de receber muito dinheiro me parece algo lógico a se fazer.

Um outro exemplo é no mercado de “futuro” (futuro campeão, futuro artilheiro, futuro MVP e etc).

Casas de apostas esportivas tem duas regras para lidar com liquidez

Primeiramente, intervalo de tempo – esses eventos são coisas que acontecerão no futuro, não hoje, por isso o mercado se tornará mais eficiente com o tempo. 

Isso cria incertezas como por exemplo, as de que as odds mudarão ao longo do tempo.

As odds podem mudar drasticamente ao longo do tempo, e mesmo se o mercado cair nos preços eficientes hoje, o oddmaker enfrenta um risco real de que no futuro o mercado não permanecerá líquido o suficiente para permanecer eficiente à medida que as odds mudam. 

Em segundo lugar não se trata de equipe A vs equipe B, mas sim de equipe A, B, C, D…. e assim por diante.

A liquidez é muito mais difícil porque, mesmo com muitas pessoas apostando, não há garantia que as casas de apostas irão receber volume suficiente em cada possível resultado para que os preços se ajustem.

É necessário entender também a liquidez em apostas ao vivo, aquelas que são aceitas durante o jogo. 

Esses mesmos mercados de handicap normalmente recebem odds menores em relação ao pré-game porque o período de tempo em que os apostadores podem mover a odd/linha basicamente inexiste, pois o jogo está acontecendo.

As casas oferecem uma odd menor nos mercados ao-vivo porque é uma forma de se protegerem.

Liquidez em apostas esportivas: Como isso pode ajudá-lo?

Se você leu tudo que escrevi, conseguiu sacar que é nos mercados de menor liquidez que você pode vantagens sobre a casa de aposta.

O por qual motivo? Isso acontece porque aquele mercado ainda não se tornou eficiente.

Mercados eficientes e que recebem muito dinheiro funcionam como uma espécie de “libra” ou “balança”. Já os menos eficientes, não.

Há mais amplitude para se trabalhar e ter sucesso em jogos de futebol nos estaduais do Brasil em comparação com as grandes ligas de futebol.

A grande maioria dos apostadores de sucesso aqui no Brasil trabalham neste tipo de mercado, os de baixa liquidez.

Trabalhar com este tipo de mercado pode ser difícil porque conseguir a informação muitas vezes será difícil, mas com total certeza o retorno é compensatório.

Conheço um ou outro apostador brasileiro que tem sucesso apostando em mercados de alta liquidez.

Mas convido você para conhecer meu grupo VIP de apostas esportivas, que é focado em mercados de alta liquidez. Lá você entenderá na prática como eu trabalho com esses mercados.