5 Aprendizados Sobre Gerenciar a Banca

54

Gestão de banca não transformará um apostador perdedor em um vencedor, mas pode transformar um vencedor em um apostador perdedor.

Fazer gerenciamento de banca é uma coisa muito fácil, mas segui-la a risco é que é o complicado. Neste texto não ensino como fazer gerenciamento, nele falo dos aprendizados que tive ao longo dos anos por seguir à risca e os pontos negativos por não fazer.

Há muitos benefícios, alguns enganos e muitas respostas que você saberá por fazer gestão de banca e é sobre isso que o texto se trata.

1 – Falir é o Pior Cenário

Perder todo o dinheiro sempre será ruim, o pior resultado possível, mas se você for experiente irá sentir uma perda muito maior em comparação aos iniciantes.

Muitas ilusões com o jogo podem morrer junto com seu bankroll. Talvez você encontre a resposta para a pergunta ‘sou bom o suficiente para ganhar com apostas’ ou ‘consigo viver do jogo’.

Quando se é iniciante é natural falir. Não conheço uma pessoa sincera que nunca tenha quebrado. Todos quebraram com apostas, ainda mais aqueles que sequer entendem como esse mundo funciona.

Entretanto, quando se é experiente e construiu uma banca de forma consistente, quebrar a banca fará com que você se desiluda ou repense a forma com que vê o jogo. E talvez você seja um bom apostador, só que talvez não tenha tanto poder cerebral.

Sempre digo que não há apostador de sucesso que não saiba gerenciar seu bankroll.

Ganhar dinheiro com apostas é uma coisa, ser um apostador que viva disso é outra coisa.

O iniciante perder seu bankroll é totalmente OK, mas um experiente perdê-lo é ridículo. Há três cenários para isso.

  • Fugiu da gestão;
  • Tiltou e apostou mais do que devia;
  • Perdeu 50, 60 apostas seguidas.

Se você, experiente, quebrou sua banca através de uma dessas opções, encontrou o pior cenário possível e a grande resposta.

E veja como fazer uma boa gestão de banca caso esteja precisando.

2 – Gestão de Banca Supera Apostas Ruins

Não é porque você faz gestão de banca que você vai se tornar um bom apostador, mas por não fazer quebrará mesmo sendo bom. Guarde essa frase.

O mau apostador irá quebrar com ou sem gestão. Ele fará apostas após o valor ter sido diluído, entrará em mercados secundários, não se preocupa em buscar o EV, utiliza valores diferentes em cada aposta, não analisa as equipes, os cenários etc.

Todavia, se ele fizer um bom gerenciamento de banca e for fiel ao que fez, se sairá melhor que aquele que não faz.

O motivo para isso é que ele está aprendendo o grande conceito que o fará ganhar no longo prazo.

Com o tempo ele irá esquecer todos os vícios de um apostador ruim, e quando isso acontecer começará a ganhar dinheiro com consistência. Por quê? Porque aprendeu gerenciamento de banca.

Já aquele cara que até faz precificações utilizando softwares como o SAF, nunca ganhará sem ter uma gestão de banca.

Desse modo, gestão de banca > apostas ruins.

A Bet365 e quaisquer outras casas de apostas adoram apostadores que não se controlam.

3 – Sua Banca é Apenas Dinheiro

Navegando internet afora, em fóruns sobre jogos de poker (comecei nisso), aprendi uma das lições mais importantes da minha vida quando sequer sabia o que era ‘ambas as equipes marcam’.

Aprendi que você não deve se apegar ao dinheiro. Não é fácil, obviamente, mas este é um ótimo conselho que vou passar para você.

No entanto, vou explicar o contexto do poker o melhor entendimento.

No poker nós jogamos contra outras pessoas. Os melhores jogadores estão nos níveis mais altos, e é nesses níveis que se ganha mais dinheiro.

Se ganha dinheiro nas cartas através da sua habilidade, mas se você se sentir intimidado, nervoso ou com algum outro sentimento por conta do valor apostado, não ganhará mesmo jogando diante de uma mesa com adversários piores que você.

Muito dinheiro na mesa o fará se sentir mais nervoso, enquanto pouco dinheiro pode te deixar displicente.

Em apostas esportivas o dinheiro apostado não deve influenciá-lo nas tomadas de decisões. E pior ainda seria se suas emoções determinassem o quanto você deve apostar.

Seu bem-estar mental e sobre o jogo não deve ser atrelado ao dinheiro que você tem em banca, seja o valor que for.

4 – Apostar Muito Não é Ruim….

…desde que você seja um bom apostador.

Aqui vou trazer uma experiência pessoal, que tive no ano de 2021.

Aposto desde 2010, mas apenas em 2015 comecei a encarar isso como algo muito sério. Em 2020, aqui mesmo no Dica de Aposta, recebi e-mails de pessoas pedindo para eu abrir um Grupo Vip.

No começo eu não queria, pois como faria isso? Eu sei que o brasileiro gosta de volume, e eu sou um apostador que nunca coloquei muito volume de jogos.

Até o fim de 2020 minhas apostas pré-jogo eram feitas apenas na Premier League e Bundesliga. Já as ao-vivo eu faria em qualquer jogo que estivesse assistindo, mas as pré-jogo somente nessas duas ligas.

Mas decidi encarar o desafio. Comecei adicionando várias ligas no meu portifólio. Fui da Premier League da Inglaterra ao Campeonato Belga. Minha mentalidade mudou por conta disso e eu passei a trabalhar mais.

O que não mudou foi a forma de como eu encaro as apostas esportivas > buscando aposta de valor através da linha de fechamento e por outras coisas.

Resultado: +117 unidades em 2021, como você pode ver detalhadamente nesta planilha, aposta por aposta.

E na planilha você verá que foram feitas mais de 1645 apostas ao longo de 365 dias, o que é muito.

E por conta do VIP, que ainda existe, comecei a ter um perfil de apostador que busca volume.

Agora pense naquele apostador que sabe como encontrar +EV em apostas e que está preso em poucos campeonatos – o que de maneira alguma está errado – o quanto pode ganhar?

Se você tem o que é necessário, não custa nada expandir o leque.

5 – A Chave é Definir as Unidades

Agora o conselho não será do eu apostador que vende VIP, mas do cara que não fez isso por anos.

No VIP a sugestão é de sempre 1 unidade sua, não importa qual seja a aposta. Isso é mais fácil para mim e é mais fácil para o cliente, entretanto, você precisa fazer divisões.

Há uma discussão mundo afora dos apostadores que defende unidades mais flexíveis para outros que não defendem tal ponto. Particularmente gosto de ambos, tanto que no VIP indico sempre 1 unidade, mas por anos fiz divisão.

A divisão mais efetiva é a do Critério de Kelly, em que basicamente você procura pelo EV e aposta essa vantagem dividida pela odds e ajusta essa quantia.

Mas você pode dividir da forma mais simples, através da sua confiança.

Confiante = 3/3
Confiança razoável = 2/3
Pouca confiança = 1/3

Se sua unidade é de R$30, você apostará R$30 se sentir muito confiança, R$20 se sentir razoável e R$10 se não sentir tanta confiança.

Ou pode ser R$30, R$25 e R$20.

Ou talvez a divisão da sua banca seja em 300 unidades e utilize 4u quando se sentir muito confiante e 1u quando sentir pouca confiança.

Enfim, é importante fazer essa divisão. Quanto mais gostar, mais dinheiro você deve colocar.

Conselho de ouro: ignore totalmente a cotação e concentre no valor.

Não é porque a cotação está em 5,0 que você deve colocar menos unidades. Encontrou discrepância, valor e se sente confiante? Então não tenha medo de apostar.

Resumo

Adorei escrever este artigo porque ele contém muita riqueza de detalhes. Este não é um conteúdo básico sobre gerência de banca, ele vai além disso, mostra os efeitos positivos e negativos de um bom ou mau gerenciamento.

Crie um tamanho de aposta que seja adequado ao tamanho do seu bankroll e à sua tolerância emocional ao risco e seja disciplinado. Não tem segredo.

Quer conversar sobre apostas esportivas? Venha para o meu Discord.

.