Temos a linha de gols em 2, e acredito que os bookies acertaram ao fazer isso porque este tem cara de ser um jogo defensivo. Quem vê os resultados irá enxergar que tanto a Suíça quanto a Itália sofreram gol em todos os três jogos disputados, mas vamos ao que interessa.

A começar pela Itália, que defensivamente encontrou dificuldades apenas contra a Espanha. Apesar de ter sofrido gol para a Albânia e Croácia, a equipe concedeu abaixo dos 0,70 xGA em ambos os jogos – excluindo o pênalti sofrido contra os croatas.

O gol sofrido para a Albânia foi com menos de 30 segundos, totalmente fora da caixinha, enquanto para a Croácia foi de pênalti.

A Suíça foi vazada contra a Escócia porque a bola foi desviada no meio do caminho quando o goleiro Yann Sommer já estava fazendo o movimento para encaixá-la. E contra a Alemanha, eles seguraram toda pressão até sofrer gol nos acréscimos do segundo tempo.

Ao olhar o provável time da Suíça, cinco deles, incluindo o goleiro Sommer, atuam no futebol italiano.

A Suíça é azarão, mas sofreu apenas uma derrota nas últimas 17 partidas, com nove dessas terminando empatadas.

A Itália não terá o zagueiro Calafiori, suspenso, e essa é uma perda muito grande porque ele vinha sendo um dos destaques do time. Isso fará com que o treinador tenha que mexer no sistema defensivo, talvez até pense em reforçar o time na marcação. Dos três gols da Itália nesta Euro, apenas um veio de atacante. A equipe produziu abaixo dos 1,0 xGF em duas de três partidas, contra as boas Espanha e Croácia.

DICA: Empate @ 3,00 na Dafabet (2 unidades)

+ Clique aqui para seguir o novo canal do Dica de Aposta no WhatsApp


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *